Saiba como trabalhar com um ERP em seu negócio

A B2ML está contratando!
26 de março de 2020
Vigência da Lei Geral de Proteção de dados pode ser adiada para 2021
6 de abril de 2020

Saiba como trabalhar com um ERP em seu negócio

O sucesso de um negócio depende de muitos fatores, entre eles, um sistema de gestão eficiente, para promover a organização da empresa. O ERP (Enterprise Resource Planning) tem sido um dos melhores softwares para os gestores, oferecendo inúmeras soluções para todos os tipos de empreendimentos.

Segundo pesquisas realizadas, mais de 77% das empresas que trabalham com o sistema de gestão ERP estão satisfeitas com o resultado, com a automatização de processos, bem como a implementação de medidas para o aumento da produtividade e redução de custos.

Para quem ainda tem dúvidas sobre o funcionamento e como trabalhar com um ERP em seu negócio, o artigo de hoje vai tratar justamente sobre esse tema. Acompanhe a leitura!

O que é um ERP?

O ERP é um sistema de gestão integrado, que permite ao gestor da empresa melhorar os processos e atividades internas nos diferentes setores, incluindo vendas, finanças, estoque, recursos humanos, marketing, etc.

Por exemplo, em uma empresa de licenciamento de veículo, o ERP auxilia no compartilhamento de fluxo de dados, assim, todos os departamentos envolvidos na atividades podem ter acesso às informações necessárias de modo mais fácil.

Dessa maneira, pode-se eliminar a duplicidade de trabalhos e evitar a ocorrência de erros, que podem trazer novos custos e perda de tempo.

O ERP irá concentrar todos os dados em uma base única e íntegra. Além de evitar retrabalhos e gastos extras, o sistema ajuda os gestores na tomada de decisões estratégicas, tornando os processos internos mais assertivos e eficientes.

O sistema de gestão ERP pode atuar em muitas frentes dentro da empresa, tais como:

  • Administração de contas;
  • Monitoramento de vendas;
  • Acompanhamento de pedidos;
  • Gerenciamento de processos produtivos.

A integração de todas essas funcionalidades, em conjunto com o compartilhamento de informações, colabora para o aumento da eficiência de gestão, o que confere rapidez aos procedimentos realizados dentro da empresa.

Fora isso, a comunicação entre as equipes também passar a ser mais efetiva, sendo possível resolver os problemas com maior agilidade. Como consequência, tem-se menos impasses com clientes e fornecedores.

Por exemplo, uma empresa que trabalha com documentação veicular, pode oferecer informações para todos os departamentos responsáveis pelo trabalho de uma transferencia de moto de um cliente específico.

Assim, o serviço é feito com maior rapidez e o resultado é um consumidor mais satisfeito, o que é ótimo para os negócios.

3 dicas para aplicar o ERP no seu negócio

Atualmente, com o crescimento e expansão da internet, vários sistemas de gestão ERP já podem ser encontrados online, o que facilita ainda mais a aplicação do software nas empresas.

Claro que, para ter uma completa eficácia, é necessário fazer um treinamento com toda a equipe. 

No exemplo acima, o empreendimento de documentos veiculares pode testar como será a integração de processos para a renovação de CNH vencida, entre outras atividades.

O importante é mostrar a todos os colaboradores, que o ERP traz flexibilidade, praticidade, modernidade e eficiência na gestão, o que afeta diretamente o sucesso do seu negócio.

Abaixo, separamos algumas dicas de como aplicar o ERP nos processos da sua empresa e ter ótimos resultados. Confira!

1 – Controle de estoque

Imagine que uma oficina mecânica atende um cliente que está reclamando do carro com barulho

Após uma revisão, constatou-se a necessidade de substituir uma peça, mas a empresa não tem certeza se o componente está disponível no estoque.

Esse tipo de situação pode comprometer uma venda. Com o sistema ERP, entretanto, é possível ter um controle do estoque de modo automatizado, tendo o controle de compras, reposição e produtos disponíveis ou indisponíveis.

2 – Gestão financeira

Fazer a administração financeira da empresa pode ser uma das tarefas mais complicadas para os gestores. 

Mas com o ERP, pode-se ter uma ferramenta que facilita essa atividade, já que o software faz o cálculo de impostos, atualizações de legislação, além de permanecer integrado com o sistema do contador.

Isso elimina a necessidade de preenchimento de planilhas complexas manualmente, pois o recurso é totalmente automatizado.

3 – Relatórios aprimorados

O ERP também emite relatórios extremamente detalhados sobre todos os processos dentro do seu negócio. 

Desse modo, tem-se à disposição mais dados a respeito das atividades, o que contribui para a análise de campanhas, estratégias e ações.

Vale lembrar que, dentro das empresas, é preciso aplicar o conceito de ciclo virtuoso, pois, após a análise dos resultados, os gestores podem avaliar se determinada estratégia foi mesmo efetiva, ou é necessário ter uma outra abordagem.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *