Projetos de TI

Já pensou se pudéssemos rastrear o alimento consumido diariamente em nossa residência? Se você soubesse a procedência da proteína que consome no almoço ou do café que toma no período matutino, saber de onde ele veio, por onde passou e em quanto tempo ele demorou para chegar na sua casa? Parece algo impossível de imaginar, entretanto, hoje, com a tecnologia, as indústrias 4.0, isso é uma realidade e pode estar presente no seu dia a dia.

O processo de rastreabilidade da cadeia produtiva de alimentos já é algo real no Brasil e no mundo. No Brasil, há um Sistema Brasileiro de Identificação Individual de Bovinos e Búfalos, o SISBOV, que realiza a identificação individual de bovinos e búfalos, sendo voluntária a adesão dos produtores rurais.

E com isso, surge em 2006, a Safe Trace S/A, uma empresa especializada em rastrear alimentos, integrando informações de todos os elos, desde o produtor rural até ao local em que o produto é comercializado.

Este processo foi viabilizado através de um software, desenvolvido pela B2ML Sistemas, que atende exatamente as necessidades da empresa e dos processos a serem executados. Para o Diretor de Operações da Safe Trace S/A, Vasco Picchi, o software é fundamental para a entrega do que executam. “O software desenvolvido está atendendo às nossas necessidades e tem sido peça chave para que as informações coletadas pela Safe Trace nas diferentes etapas da cadeia produtiva sejam levadas aos consumidores finais, inclusive tendo aumentado em 10% em volume as vendas da marca de carnes Bullight, a primeira a receber o selo Safe Trace.”

Para que o consumidor tenha acesso e consiga rastrear um alimento, é necessário adquirir um produto que tenha o selo da Safe Trace S/A. Dessa forma, é possível saber de onde vem os alimentos consumidos, as informações sobre o produtor e neste caso, se ele atua de acordo com as normas vigentes do tipo de negócio e um acompanhamento completo sobre a trajetória do alimento. Líder no mercado em rastreabilidade de alimentos, em 2019, a empresa tem como clientes, grandes redes varejistas como Pão de Açúcar, Carrefour e Grupo Big (antigo Walmart).

No ramo do agronegócio, os desafios são constantes, algo que tange na conectividade dos processos de uma cadeia produtiva fragmentada. Entretanto, a tecnologia vem para ajudar e enriquecer este modelo de negócio tão visado nos últimos tempos.

Vale salientar que as mudanças positivas além de impactar o mercado, trazem consumidores mais conscientes e preocupados com o tipo de alimento que consomem, e com a aplicação de softwares e uma tecnologia integrada diminui-se riscos internos e aumenta-se a eficiência de trabalho dentro de uma empresa.

Com a democratização de ferramentas tecnológicas, é possível que pequenas e grandes empresas tenham acesso a sistemas que contribuirão fortemente para o crescimento do negócio. Neste caso, o suporte da B2ML Sistemas dado à Safe Trace para viabilizar o negócio, através de IoT – considerada ainda uma tecnologia do futuro, foi um fator incisivo para que o processo funcionasse da forma correta e para que hoje a Safe Trace seja considerada líder no mercado de rastreabilidade.

Conheça todos os serviços que a B2ML pode oferecer para o seu negócio.

 

5 de fevereiro de 2020

É possível rastrear o que você consome, desde o processo de fabricação

Já pensou se pudéssemos rastrear o alimento consumido diariamente em nossa residência? Se você soubesse a procedência da proteína que consome no almoço ou do café […]
27 de janeiro de 2020

Desmistificando Cloud Computing – Computação em Nuvem

Que hoje a Internet tem sido o meio de comunicação mais utilizado, todos sabem. E que através dela é possível armazenar informações em um local que […]
21 de janeiro de 2020

Saiba investir em tecnologia no seu negócio

Não dá mais pra imaginar nossa vida sem a tecnologia. Grande parte dos fluxos de trabalho atuais depende de computadores, softwares e máquinas cada vez mais […]
15 de janeiro de 2020

O que muda com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

Com vigência a partir de 14 de agosto de 2020, lei terá impacto em armazenamento de dados de empresas e órgãos públicos Proteger os direitos fundamentais […]